As instala√ß√Ķes ocupadas atualmente pelo departamento incluem salas de aula, audit√≥rio, laborat√≥rios, salas de professores, salas para alunos de p√≥s-gradua√ß√£o e setores de administra√ß√£o, totalizando aproximadamente 3.800m2 de √°rea constru√≠da. O edif√≠cio sede do departamento que, desde junho de 1994 passou a ser Departamento de Engenharia de Estruturas, recebeu a denomina√ß√£o de "Miguel Carlos Stamato" e localiza-se na face norte do campus.

Gra√ßas √†s iniciativas de capta√ß√£o de recursos financeiros junto aos √≥rg√£os de fomento √† pesquisa e de apoio aos cursos de p√≥s-gradua√ß√£o, bem como √†s rendas industriais auferidas da presta√ß√£o de servi√ßos √† comunidade, o patrim√īnio vinculado ao departamento tem experimentado um consider√°vel e cont√≠nuo incremento, tanto no tocante √†s suas instala√ß√Ķes como no acervo de equipamentos.

Foram construídas salas adicionais para bolsistas, adquiridos equipamentos de informática, montagem do laboratório de micros e a instalação do sistema de rede estruturada no departamento. No ano de 1998, foram instalados os servidores centralizados otimizando a utilização da rede interna e externa dos computadores do SET.

As atividades de ensino, pesquisa e extens√£o contam com a estrutura oferecida pelos Laborat√≥rios de Estruturas (LE), Laborat√≥rio de Madeiras e Estruturas de Madeira (LaMEM) e os mais recentes avan√ßos tecnol√≥gicos da inform√°tica s√£o disponibilizados aos seus alunos, docentes e pesquisadores por meio do Laborat√≥rio de Inform√°tica e Mec√Ęnica Computacional.

Desta forma, o Departamento de Engenharia de Estruturas encontra-se atualmente servido por √≥timas condi√ß√Ķes de infraestrutura para a realiza√ß√£o de suas atividades.

FONTE: CALIL JR., C.; MINATEL, M. N.; RODRIGUES, R. A. J. (Org.). 50 Anos do SET: nossa história, nossa gente. São Carlos: 2009.

 

Em Construção

O Laborat√≥rio de Estruturas (LE), fundado em 1957 pelo Prof. Dante Martinelli, realiza ensaios em estruturas de concreto, met√°licas, alvenaria e materiais compostos. Os trabalhos podem ser feitos no pr√≥prio Laborat√≥rio ou no campo, como provas de carga em edif√≠cios, pontes e outras estruturas. Conta com instala√ß√Ķes e equipamentos que o colocam como um dos mais bem aparelhados do Brasil, sendo de n√≠vel equivalente aos laborat√≥rios de algumas das mais respeitadas institui√ß√Ķes estrangeiras. O galp√£o principal de ensaios possui ponte rolante industrial com capacidade para 6 toneladas. A laje de rea√ß√£o tem comprimento √ļtil de 26m e largura vari√°vel entre 5,60m e 10,60m, permitindo a realiza√ß√£o simult√Ęnea de diversos ensaios, utilizando v√°rios p√≥rticos de rea√ß√£o e atuadores servo-hidr√°ulicos, os quais s√£o assistidos por duas bombas hidr√°ulicas de alta vaz√£o. Equipamentos de √ļltima gera√ß√£o comp√Ķem o parque de equipamentos do Laborat√≥rio, como equipamentos de ensaios servo-hidr√°ulicos de 2.500kN, 1.500kN, 500kN e 100kN, sistemas de aquisi√ß√£o de dados est√°ticos e din√Ęmicos e forno para ensaio de elementos estruturais em situa√ß√£o de inc√™ndio, com dimens√Ķes em planta de 3,5m x 4,5m e com altura de 1,5m.

Em Construção

O Laborat√≥rio de Inform√°tica e Mec√Ęnica Computacional ‚ÄúProfessor Wilson Sergio Venturini‚ÄĚ (LIMC) atua dando suporte ao uso de recursos computacionais a docentes, funcion√°rios e alunos de gradua√ß√£o e p√≥s-gradua√ß√£o da EESC, tanto no √Ęmbito do ensino quanto no desenvolvimento de pesquisas relacionadas √† Engenharia de Estruturas. Sua infraestrutura conta com uma sala de ensino informatizado com vinte computadores, clusters com diversos n√≥s de processamento e sala de manuten√ß√£o de hardware.¬†

Em relação ao ensino, na sala de ensino informatizado os alunos de graduação e pós-graduação recebem treinamento para a utilização de softwares de análise de estruturas assim como outros tipos de programas computacionais para simulação numérica. Também são ofertados cursos sobre  linguagens de programação, visando o aprimoramento dos alunos de pós-graduação, visando principalmente o desenvolvimento de pesquisas científicas na área de simulação numérica. 

No que diz respeito ao suporte √† pesquisa, os clusters do laborat√≥rio permitem que os pesquisadores e p√≥s-graduandos possam realizar simula√ß√Ķes em mec√Ęnica dos s√≥lidos e das estruturas, mec√Ęnica dos fluidos e problemas multif√≠sicos, utilizando tanto softwares comerciais quanto c√≥digos computacionais desenvolvidos no pr√≥prio departamento. Desta forma, o Laborat√≥rio de Inform√°tica e Mec√Ęnica Computacional do Departamento de Engenharia de Estruturas colabora ativamente com a publica√ß√£o de diversos trabalhos cient√≠ficos em peri√≥dicos internacionais, os quais colocam o SET como um importante centro de pesquisas relacionadas ao tema no nosso pa√≠s.